Revista Virtual de Artes, com ênfase na pintura do século XIX

Posts com tag “Pintores americanos

GALERIA: Paisagens – Louis Aston Knight (1873-1948)

2.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)

13.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)

3.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)7.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)4.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)11.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)10.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)5.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)6.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)8.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)Louis Aston Knight (french, 1873-1948)14.Louis Aston Knight (french, 1873-1948)

LOUIS ASTON KNIGHT (Paris, França, 1873- Nova Iorque, EUA, 8 de maio de 1948)

Artista americano nascido em Paris em 1873, Aston-Knight era filho do também pintor Daniel Ridgway Knight e de Rebecca Morris Webster Knight. Criado na Europa iniciou sua formação artística com o pai e posteriormente com Tony Robert-Fleury e Jules Lefbvre.

Exibiu seu primeiro trabalho no Salão de Paris em 1894 e continuou a exibí-lo por toda a sua vida. Entre seus muitos prêmios, ganhou uma medalha de Bronze na Exposição Universal de Paris em 1900, uma menção honrosa no Salão de Paris em 1901, uma medalha de ouro em Lyon em 1903, uma medalha de ouro em Genebra e em Nantes em 1904 e medalhas de ouro no Salão de Paris em 1905 e 1906, o que lhe valeu o título Hors Concours como o primeiro americano a ganhar duas medalhas de ouro no Salão em dois anos consecutivos.

Seus temas favoritos eram as casas de campo e jardins nas cidades ao redor de sua casa em Beaumont-le-Roger. Em 1907 casou-se com Caroline Ridgeway Brewster, com quem teve dois filhos: Ridgway Brewster Knight e George William Knight, e uma filha, Diane Knight Todd, cuja teatro infantil era um assunto frequente nas pinturas de Knight.

Em 1927, foi promovido a oficial da Legião de Honra, condecoração mais alta da França.



Escolha

CharlesCourtneyCurran9J

Apesar do medo

escolho a ousadia.

Ao conforto das algemas, prefiro

a dura liberdade.

Vôo com meu par de asas tortas,

sem o tédio da comprovação.

Opto pela loucura, com um grão

de realidade:

meu ímpeto explode o ponto,

arqueia a linha, traça contornos

para os romper.

Desculpem, mas devo dizer:

eu

quero o delírio.

Lya Luft

in Pra não dizer adeus

Pintura: Charles Courtney Curran (EUA, 1861-1942)



Trio: Richard Edward Miller (EUA)

Richard Edward Miller (american, 1875-1943)

4.Richard Edward Miller (american, 1875-1943)

6.Richard Edward Miller (american, 1875-1943)

RICHARD EDWARD MILLER
(St.Louis, Missouri, EUA, 22 de março de 1875 – Saint Augustine, Flórida, EUA, 23 de janeiro de 1943)



Trio: William McGregor Paxton (EUA)

William-McGregor-Paxton-The-Blue-Jarwilliam mcgregor paxton-the other door, 1917

William McGregor Paxton - The Letter

WILLIAM MCGREGOR PAXTON

( Baltimore, Maryland, EUA, 22 de junho de 1869 – Newton, Massachusetts, EUA, 13 de maio de 1941)



Trio: Robert Lewis Reid (EUA)

robert reid

Robert Reid - Fleur de Lis [c.1895-1900]

In the Flower Garden. Robert Reid (american)jpg

ROBERT LEWIS REID
(Stockbridge, Massachusetts, EUA, 29 de julho de 1862 – Clifton Springs, Nova Iorque, EUA, 2 de dezembro de 1929)



Trio: Daniel Ridgway Knight (EUA)

daniel r knight (american)

015.daniel-r-knight (2)

Daniel Ridgway Knight (1839 - 1924) - Evening at Chantemesle

DANIEL RIDGWAY KNIGHT
(15 de Março de 1839, Pensilvânia, EUA – Paris, França, 9 de março de 1924)



Trio: Abbott Handerson Thayer (EUA)

abbott handerson thayer-sleep

abbott handerson thayer

Abbott Handerson Thayer Winged Figure, 1889 Oil on canvas

ABBOTT HANDERSON THAYER

(Boston, EUA, 12 de agosto de 1849 – Dublin, New Hampshire, EUA, 29 de maio de 1921)



Trio: Frederick Carl Frieseke (EUA)

Lady On A Beach by Frederick Carl Frieseke

Frederick-Carl-Frieseke-On-the-Beach

2014_NYR_02851_0048_000(frederick_carl_frieseke_woman_with_parasol)

FREDERICK CARL FRIESEKE
(Owosso, Michigan, EUA, 7 de abril de 1874 – Le Mesnil-sur-Blangy, França, 24 de agosto de 1939)



Galeria: Francis Coates Jones (EUA)

Coates Jones, Francis (1857-1932) A quiet time

Francis Coates Jones - Sappho

FRANCIS COATES JONES, American (1857-1932)-springtime

FRANCIS COATES JONES, American (1857-1932), An Afternoon Reading

francis coates jones (american)jpg

FRANCIS COATES JONES, American (1857-1932), Two Women in a Garden

Francis Coates Jones

FRANCIS COATES JONES American (1857-1932) A Gift of Flowers

FRANCIS COATES JONES, American (1857-1932)-music

FRANCIS COATES JONES AMERICAN 1857 - 1932 LADY WITH A TAMBOURINEClassical Maiden by Francis Coates Jones (1857-1932)on-the-terrace-Francis-Coates-Jones

francisc coates jones-2

FRANCIS COATES JONES AMERICAN 1857 - 1932-grecian girls

FRANCIS COATES JONES
(Baltimore, Maryland, EUA, 1857 – Nova Iorque, EUA, 1932)

Pintor figurativo, ilustrador e muralista, especializado em cenas de gênero ambientadas em interiores, era o irmão mais novo de Hugh Bolton Jones, que também se tornou um famoso pintor paisagista e com quem ele fez algumas obras colaborativas.

Interessou-se pelas artes aos dezenove anos, após uma viagem ao estrangeiro em 1876 com seu irmão. Primeiro visitaram a Inglaterra, depois a colônia de artistas em Pont-Aven, na província francesa da Bretanha, onde havia muitos artistas americanos. Em 1877 vai a Paris e se matricula na prestigiosa École des Beaux-Arts. Em 1878, os dois irmãos fazem uma visita breve à Espanha e Marrocos. Em seu retorno a Paris, passa a estudar na Académie Julian, sob William-Adolphe Bouguereau e Jules Joseph Lefebvre. Com exceção de uma viagem de seis meses a Baltimore, Jones permaneceu na Europa por cinco anos.

Após seu retorno à América em 1881, trabalhou por um ano no estúdio de arte de seu irmão em Nova Iorque e foi eleito membro da progressista Society of American Artists. Depois de nova visita à França, se estabelece definitivamente em Nova York em 1884.

Na década de 1890, fez ilustrações de revistas e pinturas murais e ensinou na Academia Nacional de Desenho, tendo sido eleito membro efetivo em 1894. Lecionou na Academia por mais de trinta anos. Suas primeiras obras sempre tiveram objetos e fantasias da antiguidade clássica, depois mulheres envolvidas em tarefas domésticas ou no lazer e por último, obras influenciadas pelo impressionismo



Um autor, duas obras: Thomas Wilmer Dewing

ThomasWDewing2

the singer-thomas wilmer dewing

THOMAS WILMER DEWING

(Boston, EUA, 4 de maio de 1851 – Nova Iorque, EUA, 5 de novembro de 1938)



Trio: John George Brown (EUA)

John-George-Brown-Face-to-face

my best friend-john george brownJOHN george brown-best friends

JOHN GEORGE BROWN
(Durham, Inglaterra, 11 de novembro de 1831 – Nova Iorque, 8 de fevereiro de 1913)



Um autor, duas obras: Elihu Vedder (EUA)

elihu-vedder-1836-1923elihu-vedder-1836-1923.-dama-com alaúde

ELIHU VEDDER
(Nova Iorque, EUA, 26 de fevereiro de 1836 – Roma, Itália, 29 de janeiro de 1923)

Pintor e ilustrador romântico, cuja reputação é baseada principalmente em pinturas derivadas de sonhos e fantasias.
Depois de estudar em Paris (1856 a 1861), Vedder retornou aos Estados Unidos no início da Guerra Civil e passou a ilustrar quadrinhos e desenhar para a revista “Vanity Fair”. Durante esse período de dificuldades, Vedder concebeu obras fantásticas e melancólicas como A Guarida da Serpente Marinha (1865) e A Mente Perdida (1864-65). Estabeleceu-se permanentemente em Roma em 1866, mas fez viagens frequentes aos Estados Unidos. Em 1884, ele ilustrou uma edição do “Rubáiyát” de Omar Khayyám, um trabalho adequado ao seu estilo imaginativo. Seu livro “Doubt and Other Things” foi publicado pouco antes de sua morte.


Trio: Daniel Ridgway Knight (EUA)

Daniel Ridgway Knight (1839-1924) Tending the flowers

ON THE TERRACE AT ROLLEBOISE_Daniel R Knight

Daniel Ridgway Knight (american, 1839-1924)_in the garden

DANIEL RIDGWAY KNIGHT

(15 de Março de 1839, Pensilvânia, EUA – Paris, França, 9 de março de 1924)


Um autor, duas obras: Julius Leblanc Stewart (USA)

portrait-of-a-lady-1892-julius leblanc stewartJulius_LeBlanc_Stewart_-_Elegante_au_sofa

JULIUS LEBLANC STEWART
(Filadélfia, Pensilvânia, EUA, 6 de setembro de 1855 – Paris, França, 5 de janeiro de 1919)


Galeria: Pintores(as) americanos do século XIX

CLARA HOFFMAN (American, 1862-1897)_flagrant flower, 1895

CLARA HOFFMAN (1862-1897)


At the Piano (1908). Frederick Childe Hassam (American, 1859-1935)

FREDERICK CHILDE HASSAN (1859-1935)


the iris_ Charles Courtney Curran

CHARLES COURTNEY CURRAN (1861-1942)


Mary Cassatt (1844-1926)
The Reader
1877
Oil on canvasThe Poppy Screen (1915). Lilla Cabot Perry (American, 1848-1933)

MARY CASSATT (1844-1926)                                                    LILLA CABOTT PERRY (1848-1933)


Nonchalance. William McGregor Paxton (American, 1869-1941)

WILLIAM MCGREGOR PAXTON (1869-1941)


Dilettante (c.1920s). Julius Rolshoven (American, 1858-1930)

JULIUS ROLSHOVEN (1858-1930)


Moses Wight (american, 1827-1895)

MOSES WIGHT (1827-1895)


Tobias Edward Rosenthal (American, 1848-1917) Portrait of a young woman with a parasol. 1879

TOBIAS EDWARD ROSENTHAL (1848-1917)


Lillian Mathilde Genth (American, 1876-1953). Flower Picking, Summer

LILLIAN MATHILDE GENTH (1876-1953)


John George Brown (1831-1913) Girl Peeling Apples

JOHN GEORGE BROWN (1831-1913)



O tempo existe…

Edward Cucuel (american, 1875-1951)-woman with a parasol_768x945

O TEMPO EXISTE
Existe um tempo que sequer sentimos,
existe um tempo que sequer pensou-se,
Existe um tempo que o tempo não trouxe,
existe um tempo que sequer medimos.
Existe mais: um tempo em que sorrimos,
diferente do tempo em que chorou-se,
e um tempo neutro: nem amaro ou doce.
Tempos alheios, nem sequer são primos!
Existe um tempo pior do que ruim
e um tempo amado e um tempo de canção,
existe um tempo de pensar que é o fim.
Tempo é o que bate em nosso coração:
um tempo acumulado em tempo-sim,
e um tempo esvaziado em tempo-não.
Francisco Miguel de Moura
de Sonetos Escolhidos

Pintura: Edward Cucuel (pintor americano, 1875-1951)


Galeria: Charles Courtney Curran (pintor americano, 1861-1942)

CHARLES COURTNEY CURRAN (Hartford, EUA, 13 de fevereiro de 1861 – Nova Iorque, EUA, 1942)

Curran nasceu em Hartford, Kentucky (EUA) e se mudou para Sandusky, Ohio, em 1881. Estudou um ano  na Escola de Desenho de Cincinatti e começou uma brilhante carreira depois de mudar-se para Nova Iorque em 1882, onde cursou a “Art Students League” e depois a “National Academy of Design”. Mais tarde, em Paris, estudou na “Académie Julian”, lá permanecendo por dois anos e tendo como professores Benjamin Constant, Jules-Joseph Lefebvre e Henri Lucien Doucet. Em 1890, conseguiu duas menções honoríficas no “Salón de Artistas Franceses”  e na Exposição Universal.

De volta a Nova Iorque, foi professor no “Pratt Institute”, na “Cooper Union” e na “National Academy of Design”.

summer-morning_Charles C Curransunny morning_1916-Charles Courtney Curran

billows-Charles C Curransunlit valley_1920-Charles Courtney Curranseptember afternoon_Charles Courtney Curranthe south wind-Charles Courtney Curran

Breeze on the Cliff

898px-Brooklyn_Museum_-_On_the_Heights_-_Charles_Courtney_Curran_-_overall

The Edge of the Woods - Charles Courtney Curran-1912CharlesCourtneyCurran-woodland_solitudeWoman in a white dress in a garden, 1918-Charles Courtney Curran (American, 1861-1942)

Charles Courtney_Curran_TheGoldenProfileCharles_Courtney_Curran_(1915)_Peoniespath-of-flowers-1919-by-charles-courtney-curran-charles

the iris_ Charles Courtney Curran


Um autor, duas obras: Elihu Vedder (EUA)

The Etruscan Sorceress-Elihu-Vedder-1886Dancing_Girl_Elihu_Vedder_1871

ELIHU VEDDER
(Nova Iorque, EUA, 26 de fevereiro de 1836 – Roma, Itália, 29 de janeiro de 1923)


Trio: Charles Courtney Curran (EUA)

the south wind-Charles Courtney Curransunlit valley_1920-Charles Courtney Curranthe hilltop_1918-Charles Courtney Curran

CHARLES COURTNEY CURRAN
(Hartford, Kentucky, EUA, 1861 – Nova Iorque, EUA, 9 de novembro de 1942)


Trio: Julius LeBlanc Stewart (EUA)

Repose-Julius LeBlanc StewartFive O'clock Tea-Julius LeBlanc Stewartreading_aloud-Julius LeBlanc Stewart

JULIUS LEBLANC STEWART
(Filadélfia, Pensilvânia, EUA, 6 de setembro de 1855 – Paris, França, 5 de janeiro de 1919)


Trio – Orientalismo: Frederick Arthur Bridgman (EUA)

DANS UNE VILLE DE CAMPAGNE ALGER-Frederick Arthur Bridgmanon the terrace-Frederick Arthur Bridgmanon the terrace_Frederick Arthur Bridgman

FREDERICK ARTHUR BRIDGMAN
(Tuskegee, Alabama, EUA, 10 de novembro de 1847 – Rouen, França, 13 de janeiro de 1928)


Um autor, duas obras: Daniel Ridgway Knight

Knight_Daniel_Ridgway_The_Flower_Boat

GATHERING FLOWERS ALONG THE RIVER_Daniel R Knight

DANIEL RIDGWAY KNIGHT
(Filadélfia, Pensilvânia, EUA, 15 de março de 1839 – Paris, França, 9 de março de 1924)


Um autor, duas obras: Frank Duveneck

florentine_flower_girl-Frank DuveneckFrank Duveneck (american painter)-italian girl with rake

FRANK DUVENECK

(Covington, Kentucky, EUA, 9 de outubro de 1848 – 3 de janeiro de 1919)


Um autor, duas obras: Ilustradores americanos

arthur-saron-sarnoff-(american-1912-2000)14.arthur-saron-sarnoff

ARTHUR SARON SARNOFF

(Nova Iorque, EUA, 30 de dezembro de 1912 – Boca Raton, EUA, 2000)


girl-with-black-eye-Norman-Rockwellart-norman-rockwell-connoisseur

NORMAN ROCKWELL
(Nova Iorque, EUA, 3 de fevereiro de 1894 — Stockbridge, Massachusetts, EUA, 8 de novembro de 1978)


MaxfieldParrish_ecstasyMaxfieldParrish_cinderella

MAXFIELD PARRISH

(EUA, Filadélfia, 25 de Julho de 1870  -  New Hampshire, EUA,  30 de Março de 1966)